<<anterior início próxima>>
A Revolta dos Brinquedos
De: Pernambuco de Oliveira e Pedro Veiga

Não foi desta vez na garagem de sua casa que o menino Adhelmar de Oliveira Sobrinho, filho do Alfredo de Oliveira, ensaiou e fez representar uma peça para seus convidados. Esse menino, dessa vez teve o topete de procura o tio Valdemar de Oliveira e propor ser Diretor de um espetáculo. Topete se levarmos em consta que tinha 14 anos. Recebeu dele os conselhos e teve o sinal verde para a largada. Desse momento em diante se firmou como Diretor de grandes espetáculos. Possuidor de uma visão cênica de causar espanto, pelos poucos anos de vida, conseguiu reunir os companheiros e levou avante o seu projeto. Com a ajuda da mãe Hercy de Oliveira que ficou responsável pelos figurinos e procurando nos porões do Teatro material para o cenário conseguiu a incrível façanha de aos 14 anos encher um teatro e receber os aplausos merecidos pelo seu trabalho.
Hoje é conhecido como Pedro Oliveira, nome artístico que adotou e que faz questão de assim ser chamado.


Elenco:

Patrícia Mendes Menina má
Maria Tereza de Edmundo Moraes Boneco de corda
Holmes Wanderley Fantoche
Carlos José Marques Soldado de chumbo
Adhelmar de Oliveira Sobrinho Ursinho
Maria Matoso Bruxa de Pano
Yêda Costa Bezerra de Melo Boneca de louça
Rosinha - Rosa Luiza Calmon Francis Fada
Angela Notari Narradora
* Estreantes no Teatro de Amadores de Pernambuco


Vicentina Freitas do Amaral ( Foi homenageada pelos seus 30 anos de teatro. )

FICHA TÉCNICA
Cenário: Adhelmar de Oliveira Sobrinho


Elenco Posando
Direção: Adhelmar de Oliveira Sobrinho
Estréia:
07 de Dezembro de 1975
Local:
Nosso Teatro